III ENCONTRO DE PSICOLOGIA, FENOMENOLOGIA E REALIDADE BRASILEIRA.

&

I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE FENOMENOLOGIA E CIÊNCIAS COGNITIVAS

Tema: Cognição, Ontologia e Antropologia Filosófica.

Universidade Federal de Uberlândia – Brasil

05/08 a 08/08 de 2014

Inscrições Abertas !!!!

Evento Gratuito

SOBRE O EVENTO

O Encontro de Psicologia, Fenomenologia e Realidade Brasileira é um evento regional, idealizado e organizado pelos professores do Programa de Pós-Graduação em Psicologia/UFU, Dr. Tommy Akira Goto e Dr. Ederaldo José Lopes e da Graduação em Psicologia, Dra. Marciana Gonçalves Farinha da UFU e Ms. Gustavo Alvarenga Oliveira Santos da UFTM. O encontro foi concebido como objetivo discutir e refletir as contribuições da fenomenologia filosófica à psicologia em uma região (Triângulo Mineiro) que carece dessa perspectiva. Nesse sentido, tem buscado construir uma ciência psicológica segura, uma ciência que considere radicalmente a intersubjetividade e realidade social, tal como Edmund Husserl (1859-1938) preconizou: uma Psicologia Fenomenológica. Ainda motivados a acompanhar a realidade social e cultural brasileira, bem como a inserção do psicólogo nas políticas públicas e novas demandas, o evento também tem como foco, contribuir com reflexões, diálogos e possíveis intervenções pautados na Psicologia Fenomenológica e áreas afins.
Nessa III edição o evento será realizado na UFU nos dias 05/08 e 08/08 de 2014. Esse evento é continuidade do II Encontro que também foi realizado na UFU em 2013, com enorme sucesso, contando com 250 participantes (discentes, docentes e profissionais). Ainda, devido sua temática – Fenomenologia e Psicologia Cognitiva – o evento acabou por consolidar parcerias interinstitucionais entre Programas de Pós-Graduação e Graduação de diferentes universidades federais e estrangeiras.
É importante destacar que no II Encontro incluiu-se entre seus palestrantes o renomado pesquisador e professor Urbano Mestre Sidoncha da Universidade da Beira Interior de Portugal, de reconhecida competência em relação ao tema central do simpósio. O professor Sidoncha ministrou a palestra inaugural, tratando da consciência na filosofia e psicologia e, do problema mente/corpo no materialismo reducionista e a Fenomenologia de Husserl. Entre tantos pesquisadores, também participaram do evento, especificamente os professores William Barbosa Gomes (UFRGS) e o professor Thiago Gomes de Castro (PUCRS) que apresentaram a denominada “Fenomenologia Experimental”, desenvolvida aqui no Brasil no “Laboratório de Fenomenologia Experimental e Cognição”, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Desse contato consolidou-se uma parceria interinstitucional com o “Laboratório de Fenomenologia Experimental e Cognição” da UFRGS com o Grupo de Pesquisa “Contribuições da Fenomenologia à Psicologia: investigação aos processos psicológicos” da UFU e, a participação e contribuição do Prof. Dr. William Barbosa Gomes (UFRGS) na comissão organizadora desse evento.
Com a vinda de um conferencista internacional no II Encontro e da temática “Fenomenologia e Psicologia Cognitiva” ter sido a primeira no Brasil, a comissão organizadora decidiu, então, ampliar o evento que, inicialmente teve intuito de ser regional e, especificar a temática com outro evento, cuja proposta será a Fenomenologia e as Ciências Cognitivas. Esse interesse também foi percebido pelo número de visitas que o site tem tido desde o evento anterior, com visitas nacionais e internacionais (http://fenomenologiaepsicognitiva.blogspot.com.br). Diante disso, nesse III Encontro, lançaremos o “I Simpósio Internacional de Fenomenologia e Ciências Cognitivas” a ser realizado junto com o III Encontro de Psicologia, Fenomenologia e Realidade Brasileira. O objetivo é que o I Simpósio mantenha a as pesquisas, reflexões da Fenomenologia e das Ciências Cognitivas nos diversos temas e que possa ser realizado em outras regiões do Brasil e até mesmo em outros países, devido a sua temática inédita.
Com mais amplitude temática que no segundo encontro, estes visam destacar a relação da Fenomenologia com as Ciências Cognitivas, buscando interlocuções nacionais e internacionais. Assim, terá entre seus palestrantes dois renomados pesquisadores internacionais: o Dr. Javier San Martin (UNED/Espanha) e o Dr. Franck Varenne (Université de Rouenq/França) de reconhecidas competências em relação ao tema central do simpósio.
O professor Dr. Javier San Martín é docente de filosofia, psicologia e antropologia filosófica na Universidade Nacional de Ensino a Distância de Madrid/Espanha, porém foi docente da Universidade de Santiago de Compostela, professor convidado pela Academia de las Ciencias de Buenos Aires, da Universidade da Plata, professor visitante da Universidade Autônoma do Estado de México e professor visitante na Universidade Católica de Lima. Tem centrado tanto a sua formação filosófica quanto suas publicações em três áreas, a saber: fenomenologia, antropologia filosófica e a filosofia de Ortega y Gasset. No campo da fenomenologia tem trabalhado principalmente para recuperar a fenomenologia de Edmund Husserl, longe dos clichês habituais. Para ele a fenomenologia é o instrumento para análise das estruturas da vida humana, um dos quais é a racionalidade como a maneira em que estamos abertos para o mundo. Assim concebido o que ele chama de "teoria da racionalidade forte", porque nesta área não há nenhum compromisso. Já a segunda área está em projetar uma filosofia antropológica na formulação de uma filosofia relacionada com antropologia cultural, possibilitando uma estrutura pode ser aplicada para as outras ciências humanas, bem como a psicologia e as ciências cognitivas.
O professor Dr. Franck Varenne Franck Varenne é professor da Universidade de Rouen e pesquisador no GEMAS, CNRS & Universidade de Paris IV – Sorbonne. Possui doutorado em História Contemporânea (das Ciências) pela Universidade de Lyon II. Mestrado em História Moderna e Contemporânea (das Ciências) pela Univ. de Lyon II e graduação em Filosofia pela Univ. de Paris I. Tem desenvolvido trabalhos na área de Filosofia e Epistemologia, com foco na história de modelos e em simulação computacional nas ciências contemporâneas.
Além dos pesquisadores estrangeiros, contar-se-á com vários professores convidados de universidade brasileira. Desse modo, o evento promoverá, quer para a comunidade acadêmica, quer para o público interessado, uma discussão sobre o tema tão complexo, seja ele: Cognição, Ontologia e Antropologia Filosófica. Esses assuntos têm sido pesquisados tanto do ponto da Fenomenologia quanto das Ciências Cognitiva, acolhendo diversas perspectivas, saberes e ciências que se voltam ao tema, em especial a Psicologia.
Mantendo a temática principal e os eixos temáticos que nortearam o Encontro de 2013 – a fenomenologia, a realidade brasileira e a presença da psicologia fenomenológica no Brasil – o evento se ampliará aqui para novas e atuais possibilidades de discussão, tendo a Fenomenologia e a Psicologia científica como referência fundamental. Neste sentido, a problemática central que reúne estudos e pesquisas a serem apresentados é a discussão sobre a consciência e seus processos cognitivos, a diferença ontológica dos seres (plantas, animais e humanos) e a questão excepcionalidade do ser humano, ou seja, do especificamente humano. Esses problemas são tão atuais nas diversas ciências, que, ao mesmo tempo, se constituem desafiadores devido a sua intensa complexidade. Para tal empreendimento procura-se apresentar como a Fenomenologia e as Ciências Cognitivas têm pesquisado e contribuído para o desenvolvimento da temática.
O que se apresentará no evento serão dois conhecimentos: a Fenomenologia e as Ciências Cognitivas; conhecimentos que atualmente têm buscado aproximações férteis, mesmo sendo tão diversas. Ao analisar a situação das pesquisas científicas, nota-se que as ciências cognitivas têm operado uma verdadeira revolução na psicologia e, como aponta Varela, Thompson & Rorsch (1997), têm contribuído muito para os resultados, porém nada acerca o significado do ser humano, principalmente nas experiências vividas. Em contrapartida, como argumenta San Martin (1995), o filósofo Edmund Husserl já tinha defendido muitas das questões atuais das ciências cognitivas, sendo assim, um antecessor dessas ciências.
A realização deste encontro faz parte das atividades do Grupo de Pesquisa e Estudos “Contribuições da Fenomenologia à Psicologia: investigação aos processos psicológicos” (Grupo de Pesquisa “Psicologia, Políticas Públicas e Práticas Clínicas” – UFU/Cnpq); do Grupo de Pesquisa e Estudos “Processos Cognitivos e Medidas em psicologia” (Grupo de Pesquisa “Avaliação de Processos Cognitivos: Abordagens Psicométricas e de Processamento de Informação” – UFU/Cnpq); do “Laboratório de Fenomenologia Experimental e Cognição” (UFGRS/Cnpq); do “Grupo de Estudos e Pesquisa em Psicologia Fenomenológica” (UFTM) e do “Centro de Estudos em Filosofia (CEFIL) - Linha: Filosofia da Mente, Psicologia & Ciências Cognitivas” (UFVJM/Cnpq).
Por fim, o evento já tem se tornado uma referência no calendário de eventos na UFU, na UFTM, e já em diversos centros de pesquisa da área, congregando pesquisadores de renome local, nacional e agora internacional. Também busca inserir, portanto, a comunidade acadêmica e profissional do triângulo mineiro no cenário das Instituições Federais de Ensino Superior - IESF que realizam estudos fenomenológicos e existenciais.
Deseja-se, então, que o mesmo possa acima de tudo integrar e contribuir para ampliar a reflexão e possibilitar a indicação dos fundamentos necessários para quem pretende atuar ou já atue na perspectiva fenomenológica e/ou existencial e na psicologia cognitiva. O evento ampliará as possibilidades de expansão, concretização e relação da psicologia fenomenológica e existencial com a psicologia cognitiva no curso de Psicologia e na UFU com um todo, bem como abrirá espaço para o diálogo entre as demais áreas do conhecimento quer humanas, sociais ou da saúde.
Os conferencistas convidados asseguram a seriedade com que o evento foi pensado e será executado, sendo todos os pesquisadores de renome nacional e internacional. É desejável que os participantes estejam abertos e dispostos a compartilhar, a aprender, a repensar e a buscar os fundamentos que permitam compreender os fenômenos contemporâneos que afetam o homem a partir da atitude fenomenológica.


Ocorreu um erro neste gadget